O sonho de viver em uma comunidade perfeita se transforma em pesadelo no terror psicológico do diretor e roteirista David Marmor

Arte do filme de '1BR', de David Marmor

O longa-metragem de estreia do diretor David Marmor percorre terrenos que vão soar familiares para os fãs de produções de terror. Tem um pouco de O Bebê de Rosemary, um pouco de Starry Eyes, um pouco de O Convite, um pouco de Mártires. Mas esse conto sombrio sobre uma jovem que vê seu sonho de encontrar a comunidade perfeita se transformar em um pesadelo também entrega algumas surpresas interessantes, que garantem que ele caminhe com as próprias pernas e se consolide como um passatempo interessante.

Sara (Nicole Brydon Bloom, da série The Affair: Infidelidade) é uma jovem insegura que se muda para Los Angeles para tentar a carreira de figurinista e ficar longe do pai (Alan Blumenfeld, da série Shameless), a quem não consegue perdoar por uma traição recente. Sara trabalha em um emprego ruim e dorme em um hotel de baixa renda. E é uma das candidatas que esperam conseguir uma vaga em um complexo de apartamentos de luxo muito disputado na cidade.

$ads={1}

A boa notícia é que Sara é escolhida, e descobre que o lugar é melhor que ela esperava. Tem muito espaço, churrascos em grupo e até um vizinho bonitinho na porta ao lado. E tirando Lester (Clayton Hoff, de 13 Days), que é um pouco assustador, os inquilinos são muito amigáveis. A má notícia é que...bem eu não posso dizer qual é a má notícia, pois isso arruinaria a surpresa. E como o filme tem um ritmo lento, é justamente esse mistério que garante que a história não fique cansativa e mantém o público interessado nela até o final.

Nicole Brydon Bloom em imagem do filme '1BR', de David Marmor

Respostas começam a surgir depois de uma cena chocante. O diretor aproveita o embalo para entregar outras cenas fortes de violência física. Confesso que demorei para começar a gostar da protagonista. Achei suas mudanças de comportamento um pouco bruscas. Mas não pude deixar de torcer por ela, principalmente no ato final, quando Sara precisa escolher entre ficar presa em um inferno existencial ou resgatar sua sanidade em ruínas e partir para o ataque.

1BR oferece algumas camadas extras para quem tiver paciência para decifrar seus significados ocultos. Mas, felizmente, também oferece diversão para os que se mantiverem na superfície, o que já garante muitos pontos a favor do filme. O final guarda outra surpresa. E embora eu já tenha visto algo parecido, a revelação não deixa de causar impacto.

Título original: 1BR.
Gênero: Drama, suspense, terror.
Produção: 2019.
Lançamento: 2020.
País: Estados Unidos.
Duração: 90 minutos.
Roteiro: David Marmor.
Direção: David Marmor.
Elenco: Nicole Brydon Bloom, Giles Matthey, Taylor Nichols, Alan Blumenfeld, Naomi Grossman, Celeste Sully, Susan Davis, Clayton Hoff, Earnestine Phillips, Hailey Giles, Andrea Gabriel, Hannah Altman, Curtis Webster, Jay Pennick, Andrew Carrillo, Evan Dickson, Tracy Déchaux, Mark Krenik, Suzshi Lang, Kevin Mulhare, Luke Pacheco, Sean Savadian.

O melhor: História interessante, mistérios, um pouco de suspense e algumas cenas fortes de violência.
O pior: O ritmo lento talvez desagrade alguns.

$ads={2}

2 Comentários

  1. Ebaaa! O melhor e pior de cada filme voltou !!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. To assistindo agora, já to na metade e nao to entendendo nada.

      Excluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem